logomarca
image-top

Poemas de Martinha


\"...EU SOU O AMOR NASCIDO EM TEMPOS ERRADOS. EU SOU O TEMPO DOS CORAÇÕES DEIXADOS...\"

LIVRO POEMAS DE MARTINHA

Edições – Loyola

São Paulo – 1972

 MARTINHA - NÃO FAZ APENAS LETRAS PARA SUAS MÚSICAS. O POEMA DE MARTINHA É SUAVE QUASE UMA ORAÇÃO. A SENSIBILIDADE QUE EXISTE EM SEUS VERSOS TAMBÉM EXISTE EM SUA VOZ. AQUI VOCÊ PODERÁ LER ALGUNS DOS MUITOS POEMAS DE MARTINHA. 

“ELE FUGIU DE MIM

COMO SE EU FOSSE UM BICHO.

ELE SAIU DE MIM COMO

SE SAI DE UM PARTO.

ELE FEZ TUDO ISSO DEPOIS DE

DEIXAR RAIZES TÃO PROFUNDAS

DENTRO DO MEU QUARTO”

                        (INÉDITO)       

“E VOCÊ?

LÊ A MINHA POESIA E QUARDA PORQUE É SUA.

SABE!

PENA EU NÃO PODER VOLTAR O TEMPO,

SENÃO EU FARIA DE HOJE UM DESSES DEZEMBROS,

QUANDO NA VIDA DA GENTE NASCERAM COISAS QUE FICAM.

E É POR CAUSA DO AMOR QUE

EU FICO AQUI.”

 

O AMOR MAIOR

SE É PRECISO QUE A GENTE FAÇA COISAS MELHORES PARA QUE OS AMIGOS SE CONSERVEM, DEVE TER FEITO.

QUASE TODOS OS ANTIGOS E ALGUNS NOVOS ESTÃO COMIGO.

AS PARTES BOAS DA MINHA VIDA CONTINUAM.

AS INÚTEIS, FORAM ESQUECIDAS PARA DAR LUGAR AO QUE EU ESPERAVA TANTO TEMPO:

A VERDADE.

AQUILO QUE ERA VERDADE MESMO FICOU COMO POR EXEMPLO, A MINHAGRATIDÃO.

E A VERDADE, QUE FICOU EM MIM, É A MESMA:

O AMOR.

MUDOU DE RUMO E SE ENCONTROU CERTO.

E A GENTE VAI CONTINUAR ANDANDO,

PORQUE TEM CERTEZA DAS COISAS.

E A ESPERANÇA PRESISTE,

PORQUE EXISTEM A

VERDADE E O AMOR MAIOR.

 

POR CAUSA DO AMOR

NUM TEMPO EM QUE TUDO SE MOVE,

TUDO E TODOS CAMINHAM PARA ALGUM LUGAR,

EU PARO.

PARO PORQUE É HORA DE AMAR

E FAZER COM QUE O AMOR ATRAVESSE O TEMPO.

É HORA DE MOSTRAR O AMOR

E DIZER MUITO OBRIGADO

A QUEM ME DEIXOU AMAR.

AQUI O MEU VERSO MOSTRA E AGRADECE POR

MIM.

 

A GENTE CHORA

NÃO SEI SE FOI HOJE OU SE FOI AMANHÃ,

MAS VOCÊ CHEGOU COM A NOITE,

SE FEZ MADRUGADA E SE FOI DE MANHÃ.

SÓ SEI QUE A CADA NOVO DIA UM NOVO SOL DESPONTA

E EU VOU PERDENDO A CONTA

DE QUANTAS VOLTAS FORAM.

E SEI DE QUANTAS IDAS AINDAS ESTÃO PRA VIR.

COMEÇAR TUDO AGORA, VOCÊ JÁ NÃO SABE.

E É QUERER DEMAIS,

É PRECISO IR EMBORA E É PRECISO AINDA MAIS

__ QUE A ESPERANÇA SE ACABE.

SERIA MAIS CERTO TE TER HOJE PERTO

E OUVIR OUTRAS VEZES AS COISAS TÃO TUAS

QUE EMBORA MENTIRA, OU QUEM SABE VERDADE,

TÃO BEM ERAM DITAS.

QUE A GENTE AINDA CHORA

PORQUE TEM SAUDADE.

 

CONSAGRAÇAO

TE ENTREGO MEUS DIAS, MEUS DIAS PASSADOS.

TE ENTREGO ESTA VIDA, TE ENTREGO O PRESENTE;

NOS DIAS FUTUROS, MEUS DIAS ESCUROS.

ENTÃO, VOU TE DAR O MEU OLHAR AUSENTE.

TE ENTREGO ESTA NOITE DA ESTRELA APAGADA,

QUE ONTEM NOS VIA E QUE HOJE EU NÃO VEJO.

MEUS NEGROS CABELOS COBRINDO O TEU BEIJO,

QUE É PURO, QUE É MEU, QUE É TEU,

QUE É NOSSO.

E A NOITE ME CONTA,

QUE HOJE EU NÃO POSSO BEIJAR TEUS CABELOS,

DIZER QUE TE AMO.

E SE HOJE EU TE ESCUTO, AMANHÃ EU TE ABRIGO

DE TODO PERIGO QUE HÁ NO TEU CAMINHO,

QUE É O MESMO QUE O MEU.

MAS NO MEIO DA ESTRADA ME ENCONTRO CALADA,

TE ENCONTRO PERDIDO,

DE OLHAR TÃO DESPIDO DE SONHO E DE VIDA.

ENTÃO, EU TE DOU A EXISTÊNCIA SENTIDA

DOS DIAS PASSADOS, DOS SONHOS NEGADOS.

E HOJE EU TE ENTREGO O QUE A TODOS EU NEGO.

TE ENTREGO MEUS DIAS,

MEUS DIAS DESCRENTES,

E AMANHÃ DEIXO EM TI

MEUS BEIJOS AUSENTES.

  

VOCÊ ATÉ O FIM

VOCÊ UM CÉU TOTALMENTE AZUL,

ATÉ QUANDO A NOITE CHEGA.

VOCÊ ESTRELA TÃO SÓ QUE PASSEIA ISOLADA

DE TODAS AS OUTRAS PORQUE É ÚNICA.

VOCÊ NUVEM FEITA DE SONHOS, MAS QUE É VERDADE.

VOCÊ SOL DE UM AMANHECER ETERNO.

VOCÊ LUA DE UMA NOITE QUE NÃO TEM FIM.

VOCÊ JARDIM ONDE MORAM TODAS AS FLORES,

QUE PODEM TER ESPINHOS,

MAS NÃO MACHUCAM NINGUÉM.

VOCÊ SEUS CABELOS...

NOITE QUE CLAREIA OS MEUS DIAS.

VOCÊ OLHAR QUE JAMAIS PODERIA SORRIR,

POIS NÃO SERIA O MESMO QUE EU AMO...

E TANTO!

VOCÊ BOCA QUE ME OFERECE BEIJOS

DE ONDE SÓ VEM AMOR!

VOCÊ PEITO QUE ESCONDE UM CORAÇÃO

QUE ME CONTA HISTÓRIAS.

VOCÊ PASSO QUE ME LEVA AOS CAMINHOS CERTOS.

VOCÊ MÃO QUE SE LHE RESTA O ÚLTIMO DOS CARINHOS,

SE ESTENDE PARA OFERECÊ-LO

VOCÊ VIDA QUE NÃO TEVE HORA DE CHEGAR

E QUE NÃO PODE TER HORA DE PARTIR.

VOCÊ LUGAR ONDE NASCI PARA O AMOR

VOCÊ LUGAR ONDE VOU MORRER PARA O AMOR

VOCÊ ATÉ O FIM.

  

EU SOU UM FATO

EU SOU O AMOR NASCIDO EM TEMPOS ERRADOS.

EU SOU O TEMPO DOS CORAÇÕES DEIXADOS.

EU SOU UM CORAÇÃO MORTO.

QUE AMOU MUITO DE REPENTE.

EU SOU A MORTE DE UM CORÇÃO DOENTE.

EU SOU O ESPAÇO EM BUSCA DO INFINITO MAIOR.

EU SOU O INFINITO QUE ME FAZ MENOR.

EU SOU O CAMINHO PARA PASSOS LENTOS

E PARA ALGUÉM PISAR.

EU SOU A LENTIDÃO DE UM CAMINHO

QUE FICA PARA O MESMO ALGUÉM VOLTAR.

EU SOU O POEMA QUE SÓ FALTA UM VERSO

PARA QUE TENHA FIM.

EU SOU A PRÓPRIA FALTA DO VERSO.

E DA VIDA PORQUE FALTA EU EM MIM.

EU SOU UM ERRO COMETIDO NO MOMENTO EXATO.

EU SOU UM MOMENTO ERRADO,

MAS EU SOU UM FATO.

  

É DIA

DURANTE O DIA AS COISAS E AS PESSOAS SE APROXIMAM DE NÓS.

E É POR ISSO QUE A GENTE VIVE

RINDO, CHORANDO, CANTANDO, DESPEDINDO,

RECORDANDO, ABRAÇANDO, AMANDO...

DURANTE O DIA.

  

É TARDE

À TARDE A GENTE DIZ ADEUS A TUDO E A TODOS.

A SAUDADE E AS SOMBRAS INVADEM

A ALMA QUE ADENTRA NA NOITE.

MAS A GENTE NÃO PODE ESQUECER DE QUE

O GRÃO É FECUNDADO

NA ESCURIDÃO

E QUE A DOR É REDENTORA...

  

É AURORA

A AURORA É FEITA UM POUCO

DA NOITE QUE FOGE

E DO SOL QUE SE ANUNCIA.

A NOSSA CAMINHADA TAMBÉM

É FEITA ENTRE AS TREVAS

DA ANGÚSTIA

E A ESPERANÇA DA PROMESSA...

 

AGORA

O MEU MAIOR POEMA EU COMEÇO AGORA...

SINTO AS LETRAS FIRMES, AS DÚVIDAS AUSENTES.

MEU OLHAR É DIRETO E QUER SE ESQUECER QUE CHORA.

É O ENCONTRO EM TEMPO, DE CORAÇÕES DESCRENTES.

MEU SORRISO HOJE É VERDADEIRO E FRANCO,

MINHAS PALAVRAS, FORTES. JÁ SEI O QUE DIGO.

MEU CORPO NÃO VACILA E SE VESTE DE BRANCO.

É A COR DO NOVO

QUE MATA O ESCURO DE UM DIA ANTIGO.

ME ESQUECI DOS CAMINHOS E ANDO PELAS RUAS.

TENHO COM QUEM SEGUIR SE FOR PRECISO IR EMBORA.

JÁ FUI COMPANHEIRA DE MAIS DE MIL LUAS.

VOU A PASSOS FIRME ONDE A CERTEZA MORA.

VOU GUARDAR COMIGO AS PALAVRAS SUAS,

PORQUE O MEU MAIOR AMOR EU COMEÇO AGORA.